Amsterdam - Guia de Bolso

18.03.2018

Eu sempre estou aqui pensando no que dá pra fazer em Amsterdam além do óbvio para mostrar para vocês, mas é importante fazer o básico também, é parte da identidade da cidade. Então, depois de mandar estas dicas por WhatsApp para alguns amigos, eu decidi trabalhar num Guia de Bolso, no estilo 'imprima e saia andando' quando você vier pra cá! 

 

Pegue um mapa qualquer e tudo o que você precisa saber para se guiar durante 2 ou 3 dias na cidade está aqui:

 

Descendo na estação Centraal, você pode sair sentido centro. A primeira impressão é uma confusão de trilhos, bicicletas e pessoas, mas o prédio é lindo. A avenida bem em frente já conta com o Sex Museum - uma coleção de tudo sexual, da história do bairro da luz vermelha a fetiches e referências eróticas (cerca de €5). Continue descendo a rua e vc chegará à Dam Square, a praça principal com o Palácio Real (aberto para visitas), a Nieuwe Kerk (kerk=igreja) e o Monumento Nacional (um obelisco em memória às vítimas da 2ª Guerra que recebe homenagens todo 4 de Maio).

 

Seguindo para a esquerda (para trás do obelisco) você chegará no Red Light District. Uma sequência de pontes, becos e ruelas que representam um passado mais antigo que o Brasil e hoje em dia ainda mantêm a maior concentração de Coffee Shops (daqueles que não focam no café) e mocinhas na vitrine, mesmo durante o dia. Vale andar até a Nieuwmarkt, praça com o De Waag, que era uma antiga entrada da cidade - por isso o red light fica por ali - e hoje é um restaurante.


No outro sentido, para a direita (para trás do Palácio Real) vc segue para o oeste e chega à Casa da Anne Frank e à Westerkerk. O bairro ao redor chama-se Jordaan e é um dos mais charmosos perto do centro com pontes bem pitorescas e canais. O bairro também é bem hipster e conta até com a Sweet Bob, uma brigadeiria brasileira, mas o que vale mesmo a pernada é provar a 'melhor torta de maçã da cidade' no Winkel 43, perto da Noorderkerk - lembre-se de pedir 'with cream', hmmmm.


Da Dam Square seguindo reto sentido sul (passando pelo museu de cera Madame Tussauds) você chegará ao flower market no canal Singel e ao Munttoren, que também fazia parte das muralhas da cidade. Eu recomendaria seguir o mesmo caminho mas pela Kalverstraat, que eh paralela (mais perto do Palácio) e é a rua de compras, principalmente por passar pelo Begijnhof, um jardinzinho escondido super charmoso, uma ilha de paz no meio da bagunça turística do centro.


Esta primeira parte é a mais cheia de visitantes e a mais desordenada, mas a cidade é muito maior e bem mais bonita que o círculo central. Continuando seguindo sul, Você pode optar por descer sentido Leidseplein e Vondelpark - um parque enorme e o mais popular do centro. De lá para sua esquerda você chegará na Museumplein com o lindo Rijksmuseum e as letras gigantes do IAMSTERDAM - pausa para fotos. Nesta praça também ficam outros museus renomados, como o do Van Gogh, o Moco e o de arte contemporânea Stedelijk. Continuando para a esquerda (leste) vc chega ao Heineken Experience (compre os tickets de lojas oficiais na cidade - as vermelhinhas que vendem tours, elas estão em todo lugar. Nelas, o ticket sai mais barato e vc pula toda a fila gigante da entrada).  A pulseira de entrada já garante umas cervejas no tour e depois você poderá pegar o barco para a lojinha de souvenirs - o que já vale como um passeiozinho de barco. Alternativamente, passeios de barco custam €15-20, com opções noturnas e gastronômicas.

 
Fora isto, há algumas opções mais hype como o The Avocado Show - uma loja que vende tudo de abacate (que aparentemente virou a fruta hipster do momento), tem o Albert Cuypmarkt que é uma área comercial tradicional da cidade mas bem turística também no coração do De Pijp. Você pode fazer uma degustação de cervejas numa cervejaria que fica dentro de um moinho no leste: Brouwerij 't IJ - ou num barzinho super cool não muito longe da estação Centraal: Hannekes Boom.

 

Sentido norte, cruzando o canal com balsas gratuitas atrás da estação Centraal, você encontrará o Eye Film Museum e o A'DAM lookout, que oferece vistas panorâmicas balanços no topo do prédio que escapam para fora do beiral para uma adrenalina extra. Mais além, há parques, museus, o zoo Artis, canais, lagos, castelos, mas tudo dependerá de seu tempo e do que deseja fazer.


'Além dos Coffee Shops', se você quiser ver um castelo não muito longe, você poderá visitar o Muiderslot. Você também pode visitar moinhos num cenário incrível e também não muito distante, em Zaanse Schans.


Dicas do Gui:

- Amsterdam é rica em história e diversidade cultural, logo os museus e galerias fazem parte da vida na cidade. Para entrar nos mais concorridos, você poderá comprar tickets ou reservar horários de visita online, como no Anne Frank e no Van Gogh. Assim, você não perde o dia naquela fila interminável de turistas de última hora. A maioria também aceita o Museumkaart.

- No centro você verá que a maior rede de Coffee Shops, com várias unidades, chama-se Bulldog. Se desejar fugir desta opção turística, me envie uma mensagem pelo 'Fale com o Gui' ali do lado e eu posso enviar outras dicas e opções para você.

- A culinária holandesa não é das mais renomadas e por mais que você queira provar algo nacional, reduza as expectativas pois você vai acabar com linguiças e purê de repolho no prato - Stamppot. Para quaisquer outras cozinhas, as quadras próximas a Leidseplein têm diversas opções, de culinária mundial à costelinha no estilo 'tudo o que você conseguir comer'.

- No aeroporto você pode comprar um cartão magnético de transporte se desejar ficar mais dias ou um bilhete múltiplo, mas a maior parte da cidade você pode fazer andando e de bicicleta - as ciclovias cruzam todo o país. A estação Centraal fica a 15min de trem do aeroporto Schipol.

 

Boa viagem e Welkom in Amsterdam!

 

 

Fotos/Photos: 1. Flicker.com, 2. telegraph.co.uk, 3.amsterdamcitytours.com

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

  • Facebook Limpa
  • Instagram Limpa
  • Twitter Clean
DESTAQUE

Bolívia!

29.01.2016

1/10
Please reload

PARA IR ALÉM
PESQUISA
 POSTS RECENTES