ROTEIRO: Barcelona

04.07.2015

Como compactar as atrações de uma cidade que merece uma vida em poucos dias? Tão poética assim é Barcelona e o desafio me foi lançado! Bora pela cidade, capital da Catalunya, neste roteiro de apenas 3 dias!!!

 

Com apenas 3 dias de viagem, você acabará abrindo mão de algumas atrações e museus, mas é possível dar uma boa pernada  e aproveitar o que há de mais visual por lá!

 

Dia 1: Barri Gótic e Parc Ciudadela + Las Ramblas

Você acabou de chegar na cidade, hora de largar as mochilas e já ir bater perna! Você pode ficar pelo próprio Barri Gòtic, há diversos hotéis e hosteis, dos econômicos aos mais upclass, no bairro que é o coração da Barcelona Antiga.

 

O bairro também é bem servido por metrôs, então inicie sua visita pela Plaça de Catalunya ou pelo Arc de Triomf. Com um mapa na mão (pegue um de graça no seu Hostel), perambule pelas vielas do bairro, recheado de museus interessantes e cantinhos escondidos. Não deixe de prestar atenção nas casas e na arquitetura do lugar. Uma vez dentro do bairro, guie-se para o Museu Picasso (€14/grátis domingos após 15h), que vale sempre a visita, se você estiver com tempo.

Pela Via Laietana, você chega à Catedral, construída a partir de 1298 sobre a antiga basílica. Por trás da Catedral e pelas laterais, ruas como a Santa Lucia, Calle Ciutat e Plaça Jaume invocam o mesmo espírito da Barcelona Antiga. Siga pela Calle de Ferran até Las Ramblas.

 

Las Ramblas é um ícone da cidade e uma via comercial no estilo “tem de tudo um pouco”. Fique atento a seus pertences, pois a rua é cheia de turistas e pessoas interessadas nos mais distraídos. Almoce por aqui e aproveite para visitar o mercado La Boqueria, o Liceu e dê uma esticada até o Monumento a Colombo, se já quiser terminar seu dia pela praia.

Se ainda sobrou gás e luz do dia, cruze o bairro para o Parc de La Ciutadella. Caso seu dia comece bem cedo, você pode iniciar o Dia 1 por ele, mas ele fica especialmente charmoso no pôr-so-sol, quando La Cascada fica dourada de sol. O Parc ainda conta com um pequeno lago, museus e o Parlamento da Catalunya.

 

Dia 2: Sagrada Família e Casas de Gaudí

O segundo dia é uma homenagem a um dos mestres da Arquitetura Moderna: Antoni Gaudí. Com a assinatura em diversas construções pela capital da Catalunya, Gaudí tem como obra prima La Sagrada Familia (€15+combos). Independente de credo ou religião, a igreja da Sagrada Familia é um marco na história da arquitetura e da cidade, sendo irrecusável uma visita, que dura cerca de 2 horas. As cores que fluem pela nave principal vindas dos vitrais e os detalhes dos murais são um espetáculo à parte. É possível ainda subir nas torres e ver a igreja e a cidade de dentro de uma das mais impressionantes obras de arte de Gaudí. Prepare-se para escadas! O melhor jeito de comprar o ticket é online, não pegue a fila do lado de fora, são horas de espera. Antes de sair do seu hotel, compre os bilhetes e escolha a hora da visita. Pronto! Basta chegar e mostrar o bilhete (pode ser no celular) e você entra sem filas no seu horário, pelo mesmo preço.

Saindo da Igreja, siga até o Hospital de La Santa Creu i Sant Pau, negligenciado por vários turistas, mas que vale todas as fotos. De lá, pegue a Travessera de Gràcia até o Passeig de Gràcia, uma rua comercial com joias arquitetônicas incrustadas em ambas as calçadas. Desça a rua sentido Plaça de Catalunya e você verá a Casa Milá (também conhecida como La Pedrera; €20,50) e a Casa Batlló (Museu Modernista de Antoni Gaudí; €21,50). Ao chegar na Plaça, siga pela Via Laietana até chegar ao mar. Contorne a Barceloneta pelo Passeig de Joan de Borbó e veja o pôr-so-sol de frente para o mar, relaxando depois da caminhada. Aproveite para jantar na Barceloneta, cheia de opções de restaurantes!

Dia 3: Parc Güell e Montjuïc

O Parc Güell, nascido de um fracasso comercial, foi aberto ao público em 1926 e desde 1984 é Patrimônio Histórico da Unesco. Ele é um grande parque urbano com diversas intervenções arquitetônicas feitas também por Gaudí e há pouco tempo começou a ter sua entrada parcialmente cobrada (€7). Nele encontram-se símbolos da cidade como as torres e o lagarto de Gaudí, além de mirantes e passeios por entre as árvores que variam em graus de dificuldade, uma vez que ele fica em uma área alta da cidade. Você pode passar sua manhã por lá e aproveitar o sol passeando pelo bairro também, o distrito de Gràcia, com uma visita ao Real Santuário de San José de la Montaña, por exemplo.

 

De lá, pegue o metrô em Lesseps e desça em Plaça d’Espanya. Você pode ver a seu lado o Arenas de Barcelona, atual centro comercial e antiga Plaza de Toros. É possível subir no topo e admirar a bela vista 360. Logo atrás do Arena, há um parque com uma imensa obra de Juan Miró aberta ao público.

Cruzando a rotatória, siga para a Avinguda de la Reina Maria Cristina, que fica entre duas torretas e termina na Font Màgica de Montjïc (uma fonte que exibe espetáculos luminosos algumas noites ao ano). Siga pelas escadas rolantes até o alto do MNAC (Museu Nacional D’Art de Catalunya; €12/grátis sábados após 15h) e se encante com a vista da cidade, muitas vezes ao som de artistas locais. Siga para trás do museu, pelo Parc Montejuïc, até o centro Olímpico, palco dos Jogos de 1992. O Parc conta ainda com a Fundação Joan Miró, jardins, mirantes, o Castell de Montjuïc (€5/ grátis domingos após 15h) e é próximo ao Jardim Botânico. De lá, embarque no Telefèric (€11) com seus 1300m de extensão e mais de 100m de altura, com vistas incríveis da cidade, sentido Port de Barcelona.

 

Tem mais dias???

Ótimo!!! Se você tiver mais dias, dissolva estes passeios em pelo menos 4 dias e aproveite cada atração ao máximo, sem correria, viva o espírito de Barcelona. Vá a cafés, converse com locais, pegue uma noite – sempre badalada – na cidade e tire fotos ótimas.

 

Acima de 4 dias eu recomendo extremamente que você visite mais museus, a cidade é cheia deles e em vários a entrada é gratuita em algum dia da semana, em algum horário. É só programar! A cidade foi testemunha da evolução de diversos artistas e Miró, Gaudí e Picasso foram só alguns deles. Aproveite para visitar Tibidabo, no alto da Montanha, com sua igreja pitoresca e funicular (€4) de mais de 1km é possível admirar toda a cidade e um dos pores-do-sol mais belos da região.

 

Visite os Mercados públicos, os de pulgas e os de arte popular. Para os aficionados por futebol... não precisa nem falar! Barcelona! Aproveite também a praia, a cidade tem temperaturas amenas mesmo durante o outono e pode ser um refúgio do frio na Europa continental.

 

Quer fazer compras, faça uma Day-trip para Andorra, inclua mais um país na sua lista e aproveite ainda todos os Free Shops que a capital oferece, além de vistas cênicas das montanhas. De Barcelona, ainda é possível pegar um voo curto ou mesmo um Ferry Boat para Mallorca e Ibiza e curtir o resto do verão!

 

Barcelona

COMO CHEGAR: O Aeroporto Internacional El Prat recebe voos do Brasil e pequenos aeroportos locais, como Girona e Reus, operam a cerca de 1h de distância. Se puder opte pelo El Prat, maior e mais rápido para chegar à cidade. De ônibus, o site da Eurolines reúne operadoras locais e regionais, mas viagens internacionais podem ser demoradas devido à fronteira montanhosa da Espanha com a França.

DICAS: Não se esqueça do protetor solar e de uma blusa de frio. Não siga nenhuma dica de é bem quente ou é bem frio, a amplitude térmica da cidade pode fazer você suar e tremer no mesmo dia. No inverno pode até nevar, vá preparado. Coma frutos do mar e faça amizades locais! Tente comprar bilhetes combo, que incluem mais de uma atração, eles ficam bem mais em conta no final  ;-)

MAIS INFORMAÇÕES:

Acesse o site oficial de Barcelona clicando em Turismo em Barcelona

Dicas culturais e roteiros de ruas por cada pedaço da cidade, acesse Passaporte BCN

Transporte do Aeroporto El Prat para a cidade: Transporte do Aeroporto

Decidiu incluir Andorra, clique em Visite Andorra

 

Please reload

  • Facebook Limpa
  • Instagram Limpa
  • Twitter Clean
DESTAQUE

Bolívia!

29.01.2016

1/10
Please reload

PARA IR ALÉM
PESQUISA
 POSTS RECENTES