PERGUNTA: Sou mulher, é seguro viajar no Marrocos?

20.03.2015

 

A pergunta de hoje eu também ouvi quando estava lá. Tive a chance de perguntar a viajantes mulheres o que achavam. Segue então a melhor resposta:

 

Sou mulher, é seguro viajar no Marrocos?

 

A resposta é sim! É seguro viajar no Marrocos, desde que você esteja atenta a alguns detalhes.

 

Nas grandes cidades do Marrocos como Fez, Rabat, Marrakech, Agadir, o contingente de turistas é enorme. Os locais estão muito acostumados a receberem os turistas, arriscam diversos idiomas e adoram pechinchar! Há de se lembrar, todavia, que a maioria da população nestas cidades é muçulmana, dentre eles alguns ortodoxos e mais conservadores, o que me leva a sugerir algumas dicas para as mulheres que levantaram a questão de hoje. Em sinal de respeito e para evitar chamar excessivamente atenção:

 

·         Evite decotes e roupas que mostrem os ombros. Regatas, então, NÃO são uma boa opção;

·         Evite shorts curtos. Prefira bermudas ou saias mais longas, abaixo do joelho, ou mesmo as calças bem folgadas feitas de material bem leve. Foram as mais comuns entre as turistas que eu observei;

·         Use o cabelo preso, evite fazer "propaganda de shampoo" chacoalhando o cabelo pela Medina. Os cabelos tem papel importante na cultura local, é respeitoso manter o seu sob controle. Não é necessário usar lenço, mas carregar um na bolsa caso deseje caminhar próximo a lugares sagrados é recomendável.

·         Sorria! Sim, andar pelos Souks são uma eterna oferta de metais, joias, tapetes, roupas, especiarias, um pouco de tudo, principalmente informações erradas! Sorria e fale que volta depois ou que já comeu e só está dando uma volta. Eles retribuirão com sorrisos também. Evite grosserias ou cara de quem está de saco cheio, vá preparada e curta tudo que é diferente!

 

Caso você deseje se arriscar em uma aventura para o interior do país (Coordilheira Atlas, Deserto do Saara e oásis), você provavelmente deixará os centros de background muçulmano e se encontrará na cultura Berber. Os berbers não são muçulmanos, são antigos povos nômades que acabaram por se firmar nas montanhas e no interior do país, vivendo sua cultura hoje em cidades e baseando suas atividades comerciais principalmente em torno da visita de turistas. Eles produzem tapetes, óleo de argano, mantém cidades históricas e guiam turistas pelas belezas naturais do interior. Como geralmente estas viagens são realizadas em grupo, pode-se relaxar um pouco, mas eu seguiria as mesmas dicas que eu dei para os grandes centros.

 

Viajar sozinha pode ser mais incômodo, pois mulheres são alvo dos comerciantes, então caso você vá sozinha, faça amizade no Hostel e ande com um grupo bacana. Além de dividir despesas, trocar ideias e contatos, você se sentirá mais à vontade. Eu vi diversas duplas de meninas viajando sozinhas, então creio que não seja um grande problema caso você não queira se enturmar, mas esteja preparada e nunca aceite que eles guiem o caminho, o que é uma oferta comum. “Vem, eu te levo lá” é ouvido a todo momento, mesmo para homens, mas a intenção é de te levar até algo que eventualmente você encontraria sozinho e depois eles pedem dinheiro pelo “serviço de guia” e nunca é pouco, comparado com o que você realmente gasta no país.

 

Abraçar a cultura local é mais do que viajar de cabeça aberta, é observar comportamentos e aprender com os locais, é respeitar as diferenças e aproveitar ao máximo dentro do que a cultura do país te oferece, que é por si só incrível!

 

Siga o Blog e curta Gui Por Aí no Facebook para acompanhar os próximos posts com detalhes sobre o Marrocos e respostas sobre Viagens, Vida no Exterior, Depoimentos e muito mais!

 

Participe e mande seu depoimento ou suas dúvidas no e-mail abaixo

 

 

Please reload

  • Facebook Limpa
  • Instagram Limpa
  • Twitter Clean
DESTAQUE

Bolívia!

29.01.2016

1/10
Please reload

PARA IR ALÉM
PESQUISA
 POSTS RECENTES